Rússia

Destino de férias cultural
Fotos de: Rússia
Mapa de localização
Aeroportos
Hotéis e outros Alojamentos
Campos de Golfe
O que visitar
Consulados & Embaixadas
World Nomads
O Seguro de viagem com as maiores coberturas

Outros destinos turísticos em:
Rússia
Moscovo
São Petersburgo

Rússia
Rússia oficialmente Federação Russa é um país localizado no norte da Eurásia. Com 17 075 400 de quilómetros quadrados, a Rússia é o país com maior área do planeta, cobrindo mais de um nono da área terrestre. É também o nono país mais populoso. Faz fronteira com os seguintes países, de noroeste para sudeste: Noruega, Finlândia, Estônia, Letônia, Lituânia e Polônia (ambas através do exclave de Kaliningrado), Bielorrússia, Ucrânia, Geórgia, Azerbaijão, Cazaquistão, China, Mongólia e Coreia do Norte. Também tem fronteiras marítimas com o Japão, pelo Mar de Okhotsk, e com os Estados Unidos, pelo Estreito de Bering.

A história russa inicia-se com os eslavos do leste, que surgiram como um grupo étnico reconhecido na Europa entre os séculos III e VIII. Fundada e dirigida por uma classe nobre de guerreiros vikings e por seus descendentes, o primeiro Estado eslavo, o Principado de Kiev, surgiu no século IX e adotou o cristianismo ortodoxo do Império Bizantino em 988 dando início à síntese das culturas bizantina e eslava, o que acabou por definir a cultura russa. O principado finalmente se desintegrou e as suas terras foram divididas em vários pequenos Estados feudais. O Estado sucessor de Kiev foi Moscóvia, que serviu como a principal força no processo de reunificação da Rússia e na luta de independência contra a Horda de Ouro mongol. Moscóvia gradualmente reunificou os principados russos e passou a dominar o legado cultural e político do Principado de Kiev. Por volta do século XVIII, o país teve grande expansão territorial através da conquista, anexação e exploração de vastas áreas, tornando-se o Império Russo, que foi o terceiro maior império da história, se estendendo da Polônia, na Europa, até o Alasca, na América do Norte.

O país estabeleceu poder e influência em todo o mundo desde os tempos do Império Russo, entre 1721 e 1917, até se tornar a maior e principal república constituinte da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS), entre 1922 e 1991, o primeiro e maior Estado socialista constitucional, reconhecido como uma superpotência que desempenhou um papel decisivo após a vitória aliada na Segunda Guerra Mundial. A Federação Russa foi criada na sequência da dissolução da União Soviética, em 1991, mas é reconhecida como um Estado sucessor da URSS.

A Rússia é a oitava ou nona maior economia do mundo por PIB nominal e a sexta maior economia do mundo em paridade do poder de compra, com o quinto maior orçamento militar nominal e o terceiro maior em PPC. É um dos cinco Estados reconhecidos com armas nucleares do mundo, além de possuir o maior arsenal de armas de destruição em massa do planeta. A Rússia é membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, membro do G8, G20, Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (APEC), Organização para Cooperação de Xangai (OCX), EurAsEC, além de ser um destacado membro da Comunidade dos Estados Independentes (CEI). O povo russo pode se orgulhar de uma longa tradição de excelência em todos os aspectos das artes e das ciências, bem como uma forte tradição em tecnologia, incluindo importantes realizações como o primeiro voo espacial humano.
Língua oficial
Russo
Moeda
Rublo
Documentação
À entrada no território russo é obrigatório o preenchimento de formulário de imigração, habitualmente fornecido pelas companhias aéreas durante o voo para a Rússia, e a sua entrega às autoridades de fronteira. O duplicado do formulário deverá ser conservado e devolvido àquelas autoridades à saída da Rússia.

É, ainda, obrigatório o registo dos estrangeiros junto da delegação local do Serviço Federal de Migrações (FMS), até ao sétimo dia útil após a chegada ao território da Federação Russa. Mediante apresentação do passaporte e do formulário de imigração, o registo deverá ser efectuado pela entidade anfitriã. Os hotéis procedem automaticamente a esta formalidade. No caso de alojamento em entidades não hoteleiras, deverão as entidades anfitriãs (como por exemplo cidadãos russos/residentes) proceder a este registo, por meio do preenchimento de um formulário de notificação, a remeter por correio à delegação do FMS do local da estada.

Vistos
Para viajar para a Rússia é necessária a obtenção, em tempo útil, de um visto junto dos Postos Consulares russos, devendo o passaporte ser válido pelo menos para os seis meses seguintes após a data prevista do regresso da Rússia. Não é possível obter um visto à chegada. O visitante estrangeiro deverá deixar o território russo dentro do prazo indicado no respetivo visto. Caso contrário só poderá sair do país depois de obter uma extensão do respectivo visto e após o pagamento de uma multa.
Turismo
A imagem que a Rússia traz de uma imensa terra gelada cheia de bebedores de vodka é um dos estereótipos mais injustos imputados a um país. Se acha que faltam cores, lembre-se das mirabolantes cúpulas da catedral de São Basílio, em Moscovo, ou dos ícones religiosos das igrejas ortodoxas. Recorde-se dos movimentos de ballets como Kirov e Bolshoi ou as encantadoras melodias produzidas por Tchaikovsky, Shostakovich ou Stravinsky. Dos czares encastelados no Kremlin a algumas das mais belas e talentosas tenistas do circuito internacional, passando por génios da literatura como Pushkin, Dostoievski e Tolstoi ou os criadores do viciante Tetris, muito do encanto da Rússia vem de seu próprio povo, complexo, culto e, ao seu modo, muito bem humorado.

Conhecer o maior país do mundo é uma odisseia cheia de obstáculos que incluem o alfabeto cirílico, uma infraestrutura um tanto confusa, agentes públicos nem sempre bem-intencionados e a própria extensão da Rússia, que se estende de Vladivostok ao Mar Báltico, da gélida Sibéria aos resorts do Mar Negro.

Para uma semana muito bem aproveitada, divida-se entre São Petersburgo e Moscovo, tão atraentes como distintas entre si. Em ambas abundam palácios, igrejas, ótimos restaurantes e uma vida cultural agitada, repleta de teatros e concertos do mais alto nível. Se sobrar tempo e disposição, descubra os lagos e igrejas da Karelia, junto à fronteira com a Finlândia. Aventure-se pelos 10 mil quilómetros e oito fusos horários da ferrovia transiberiana, testemunhando pela janela do combioi paisagens que vão de pradarias intermináveis ao lago Baikal.
Gastronomia
A culinária russa deriva a sua característica rica e variada do vasto e multicultural território da Rússia. A suas bases foram estabelecidas pelos hábitos alimentares de sua população rural em situações climáticas muitas vezes duras, com uma combinação abundante de peixes, aves domésticas e selvagens, cogumelos, bagas, e mel. Plantações de centeio, trigo, cevada e milho fornecem os ingredientes para uma grande variedade de pães, panquecas, cereais, kvas, cerveja, e vodka. Sopas condimentadas e guisados temperados com produtos da estação ou em conservas, peixes e carnes. Todos estes alimentos totalmente locais permaneceram sendo a matéria-prima para a grande maioria dos russos até o século XX. Desde o ponto mais extremo norte da antiga Rota da Seda, passando pelas proximidades russas do Cáucaso, Pérsia e Império Otomano tem proporcionado uma característica oriental à culinária russa.

As grandes expansões do território russo, influências, e interesses ocorridos do século XVI ao XVIII trouxeram mais tipos diferentes de alimentos e técnicas mais refinadas de culinária. Foi durante este período que peixes e carnes defumadas, massas, verduras e legumes, chocolate, sorvete, vinhos, e bebidas alcoólicas foram importadas do estrangeiro. Pelo menos para a aristocracia urbana e nobres das províncias, isto abriu as portas para a criativa integração desses novos alimentos com pratos tradicionais russos. O resultado é uma forma extremamente variada de técnicas, temperos e combinações.
Clima
A Rússia domina quase metade da Europa e um terço da Ásia. Este factor faz com que a Rússia possua vários climas diferentes. O país é atravessado por quatro climas: ártico, subártico, temperado e subtropical. As estações podem ser caracterizadas assim: inverno longo e nevoso, primavera temperada, verão curto e quente e outono chuvoso. Essas características, entretanto, variam muito por região.

A região mais a norte do país, chamada Sibéria, é a mais fria de todo o país. Registam-se temperaturas no inverno da ordem dos -40°C ou -50°C, às vezes chegando aos -60°C ou até menos. A sul, o clima é mais quente, havendo campos e estepes onde as temperaturas chegam aos -8°C. O frio proveniente da Sibéria alastra-se não só por toda a Rússia como por quase toda a totalidade da Europa e grande parte da Ásia.

Na zona central da Rússia, encontram-se as florestas mais claras, mistas, dominadas por bétulas, álamos, carvalhos. As florestas das zonas centrais estão divididas por estepes. A maior parte das estepes é lavrada e semeada por trigo, centeio, milho, girassol, etc.

O verão na Rússia também é variável de região a região, registando-se temperaturas médias de 25°C. Em certos casos extremos, já houve dias em que se registaram temperaturas superiores a 45°C.
Segurança
Não se aconselham as deslocações à região do Cáucaso do Norte que continua a registar condições de segurança bastante instáveis.

Aconselha-se os viajantes a permanecer atentos em particular no sistema de transportes, em lugares públicos e em locais de grande concentração, sobretudo em áreas onde o acesso não é controlado pelas autoridades.

Na cidade de Moscovo requerem-se as precauções próprias à circulação numa grande metrópole. Em São Petersburgo a pequena delinquência tem vindo a aumentar nos últimos anos, sendo o assalto a turistas cada vez mais frequentes. Os viajantes devem tomar especial atenção aos seus pertences nas principais áreas turísticas e nos meios de transporte público daquelas cidades. É desaconselhável andar a pé de madrugada, bem como aceitar bebidas de estranhos em locais de diversão nocturna. As cidades de Moscovo e São Petersburgo registam, por vezes, crimes de motivação racial, fenómeno a que outras zonas do país também por vezes não escapam.

Alerta-se ainda para o aumento, nos últimos anos, do número de denúncias de esquemas de fraude pela Internet. Desaconselha-se o envio de dinheiro para interlocutores(as) com quem tenha sido travado contato por Internet que não sejam do conhecimento pessoal e/ou de total confiança do remetente.

A perda ou o roubo de passaporte deverá ser objecto de declaração junto do posto de polícia mais próximo, antes do recurso à Secção Consular da Embaixada em Moscovo.
Saúde
A água canalizada na Rússia não é potável.
Os surtos de hepatite A e B são frequentes.

Em qualquer circunstância, no início da viagem deverá ser contratado um seguro médico com cobertura total de eventuais tratamentos médicos e de acidentes. Existem diversas clínicas e hospitais privados, alguns dos quais internacionais, que são contudo bastante dispendiosos e onde os especialistas nem sempre falam outros idiomas. Várias farmácias funcionam 24 horas por dia nos centros urbanos.
Eletricidade e Telecomunicações
Eletricidade
A eletricidade é de 220V e 50 Hz.
Aconselha-se ter um kit universal de adaptadores para as tomadas.

Telecomunicações
Existem redes de comunicações por telemóvel e possibilidade utilizar sistema de "roaming". No entanto, em diversas zonas é difícil a captação de sinal.

Outros destinos turísticos mundiais

Algarve - Portugal
Portugal
Corfu - Ilhas Jónicas
Grécia
Canadá
Canadá
Chile
Chile

Destinos de cidade e escapadelas de fim de semana

Hanói
Vietname
Granada, Andaluzia
Espanha
Bruxelas
Bélgica
Valdivia
Chile
Porquê reservar com ROTAS TURISTICAS
Os melhores preços
As nossas parcerias com os maiores operadores mundiais, oferecem uma pesquisa dos melhores preços de mercado.
Mais opções
No Rotas Turísticas pode reservar o hotel, comprar a passagem aérea, reservar o transfer do aeroporto para o hotel e vice-versa, reservar as excursões locais, alugar o carro, fazer o seguro de viagem e consultar os locais a visitar e onde ir
Dicas & Destinos de férias
Centenas de destinos de férias com todas as opções que lhe permitem facilmente escolher o destino que melhor combina com as suas férias de sonho.


Siga-nos nas redes sociais